quarta-feira, setembro 20, 2017

UMA ESCADA...POR SUBIR?


A vida é uma escada por subir,
uma porta por transpor
uma janela por desemperrar e abrir.
Degrau a degrau, pé ante pé;
subir, subir sem medo. Apenas ir,
com a certeza de que a vida, essa
é, somente, uma escada por enfrentar,
íngreme, abrupta, uma guerra para travar.
A vida é só uma escada por subir,
e quantas vezes por descer,
e quantas vezes um desejo de sumir,
de partir sem deixar rasto.


Tão somente esfumar, suave diluir.
Subindo e descendo, em trôpegos passos,
escada de pedra, gasta, lisa, dura.
Escada de sonhos, no silêncio da loucura.
A vida é uma escada de gritos e sussurros,
de noites que se abrem em alvoradas,
de monstros, de fadas, de beijos e urros,
de dor; mas também de magia - de cor.
A vida é uma escada de corações casmurros,
e de verdades agudas rasgando as carnes.
A vida é uma escada de verde moldura,
a vida é um trilho entre as pedras e a lonjura.
A vida é uma escada por subir,
uma porta por transpor,
uma janela por desemperrar e abrir.
A vida é uma sombra de poema por compor.


lágrimas de lua




7 comentários:

Jaime Portela disse...

E a vida é assim mesmo...
Gostei do teu poema, é excelente.
Bom fim de semana, querida amiga.
Beijo.

LuísM Castanheira disse...

Olá, Amiga
Tenho tentado 'tudo' para ultrapassar o problema criado na m/conta google, desde que fiz uma actualização e mudei a password.
Verifiquei que, quando o blog é outro (ex: sapo), o comentário é partilhado.
Por me lembrar agora disso, e porque me faz, também, falta responder e comentar as postagens amigas e interessantes, vou pela via do motor de busca e tentar publicar...
se conseguir, mais tarde comento estes últimos poemas.
Um beijo de fim-de-semana óptimo.

LuísM Castanheira disse...

e esta, enh ???
consegui.....!!!

LuísM Castanheira disse...


Há um poema do David Mourão Ferreira, "Escada Sem Corrimão", musicado e cantado em Fado pelo Camané, que gostaria que ouvisse (caso não conheça, o que dúvido).
Este seu poema fez-mo lembrar
e gostei, (Paula).
Um beijo, Amiga

Majo Dutra disse...

Venho do blogue da Luna...

Tenho por lá lido os seus comentários...

e gosto dos seus poemas... este é expressivo e veraz.

Dias belos e agradáveis...

Saudações poéticas...
~~~~

saudade disse...

E enquanto subimos a escada e descemos a vida vai passando...
Que a escada da tua vida seja fácil de subir...
Excelente texto
Beijo de....
Saudade

Jaime Portela disse...

Vim à procura de mais.
Mas gostei de subir as escadas e reler este excelente poema.
Bom fim de semana, querida amiga.
Beijo.

AS BRUMAS DOS TEMPOS

Guardo nos olhos as brumas dos tempos; de sonhos vividos e de desejos sonhados. Trilho os meus devaneios, sempre calados, ...