terça-feira, setembro 19, 2006

FLECHAS DA VIDA


Mais uma hora sem ti,
mais um pedaço meu que perdi
no buliço do meu dia.
Mais um beijo que não dei,
mais um abraço que deixei

esquecido sem magia.
Mais uma lágrima triste,

mais uma espada em riste
trespassando o coração.
Mais um sorriso sem cor,
mais uma imensa dor
gritando na escuridão.

Sem comentários:

SEM AMARRAS ... SEM CHÃO...

Quando as amarras que nos predem ao chão, nada mais são que laças cordas sem vida, nós esgotados, rasgadas velas, farrapos em ferida. ...