sábado, novembro 03, 2007

PEDRADA

A pedra caiu no lago negro e profundo.

As concêntricas ondas se alargaram... Alargaram... Alargaram....

Até que tomaram a solidão nos braços e nelas se afundaram

com um suspiro breve, dizendo adeus ao mundo.

1 comentário:

Phantom of the Opera disse...

Rumo ao infinito...

AS BRUMAS DOS TEMPOS

Guardo nos olhos as brumas dos tempos; de sonhos vividos e de desejos sonhados. Trilho os meus devaneios, sempre calados, ...