terça-feira, fevereiro 19, 2008

UMA MANHÃ

Abracei o ar fresco e o céu cinzento da manhã, encolhi-me nas profundezas do casaco quente, e deixei que a aragem me beijasse o rosto, permiti que os ouvidos ouvissem o canto das aves nas ramadas destas árvores despidas mas que são o seu lar e dei comigo a distinguir os cantos e a sorrir ante as árias que se digladiam de garganta em garganta em trinados mil.
A calma e o sossego da hora matutina invadem-me e dão uma sensação de paz de tranquilidade como se no mundo apenas eu pisasse o solo encharcado das chuvas.

O odor a terra húmida e a musgo bem molhado penetrou nas narinas deliciadas pelo aroma a mato e vida.
Fechei os olhos e encostei-me a um velho muro onde a folhagem avermelhada e amarela ainda subsistem, teimosamente.
Quase podia tocar o intocável, alcançar o intangível, ver o invisível....É em momentos como este que Deus nos toca.

E assim comecei um novo dia.

sexta-feira, fevereiro 15, 2008

JOGUETE DA VIDA

Como peça de xadrez,
rei, cavalo ou peão,
sou apenas vez após vez,
o aconchego desta mão
que se te estende mansa.
Sou a vaga e simples lembrança
de um porto de abrigo na noite,
sou o que falta para a unidade
sem a coragem que afoite
a dar o passo da eternidade.
Como peça de um puzzle imenso,
onde não me encaixo ou pertenço,
ando aos tombos pelos espaços
(não há nenhum que me acolha).
Entre os rabiscos e traços
a minha peça não tem escolha
estará sempre descartada,
do baralho separada.
Como peça de xadrez,
neste puzzle sem sentido,
trilho duro de aridez
em mil passos percorrido.

domingo, fevereiro 10, 2008

UM DESAFIO

Respondo ao desafio que me foi lançado pelo nosso "Cabo das Tormentas" que tanto gosto de ler e visitar. O que é pedido no "desafio" é que enumeremos 6 aspectos (particulares, peculiares ou caracteristicos) dos nomeados. Bem...Então cá vou eu:

1º Adoro escrever, ler e passear.

2º Sou uma curiosa por natureza, daí que as viagens, os estudos e o desconhecido sejam um atractivo para mim.

3º Sou também o que se pode chamar uma amante da "solidão", o silencio, a calma, a paz, são essenciais para que me equilibre e me sinta "feliz".

4º Adoro cozinhar e é uma forma de acalmar o stress. Dedicando-me às artes culinárias passo do estado de "ebulição" ao estado de "arrumar no frigorifico".

5º Dança é outra das minhas formas de me libertar, a musica faz-me vogar em mundos meus e pela expressão corporal liberto-me quase na totalidade.

6º Adoro crianças, e só não sou mãe....Porque assim não teve que ser. E mais não digo.

Agora passo o desfio aos seguintes blogs;

whispersinnight.blogspot.com - Rachel

coisasdogui.blogspot.com - Gui

julls17.blogspot.com - Juli

analuar.blogspot.com - Ana Luar

momentusmomentus.blogspot.com - Ni

suavetoque.blogspot.com -Elcia Belluci

NA TUA AUSÊNCIA


Descubro na tua ausência

todos os caminhos da dor,

"via crucis" na consciencia

de amar só por amor.

Percorro cada deserto

como folha esmaecida

neste futuro incerto

que me acolhe a cada partida.

Descubro a face oculta

desta vida em mim marcada,

e o desejo dificulta

novo passo, nova arrancada.

Percorro a dor de te querer

a meu lado, simplesmente,

para apenas poder ter

momentos, pedaços somente,

vislumbres de eternidade.

Trilho o sonho esfarrapado

de uma louca quimera,

neste deserto queimado

de manter-me à tua espera.

sábado, fevereiro 02, 2008

TÃO LONGE....

Lá longe, muito longe....

Tão longe que não lhe posso tocar

está uma luz a brilhar.

Porque brilha ainda o luzeiro

na noite escura de medos?
Iluminando o pálido cruzeiro

de todos os meus degredos.

Lá longe, muito longe....

Tão longe que dói a distancia

essa eterna fragancia

que é dos sonhos e fantasias,

da vida, da morte, da noite, do dia,

de todas as heresias

desta ousada e eterna rebeldia.

Lá longe, muito longe....

Onde a lua se esconde na noite

esquecendo-se de brilhar,

onde busco ainda o teu olhar...