terça-feira, março 19, 2013

É TARDE....É TARDE!



É tarde!
É tarde porque me esqueci do amanhecer,
porque permiti que o meu olhar se perdesse.
É tarde!
E a vida resvala por mim a correr, 
a manhã definhou sem que me apercebesse.
É tarde, tão tarde!
O sol vai alto, o chão escureceu, um cão latiu
no fundo da sua tristeza
o mar em soluçado crescendo, rugiu,
espraiando toda a sua rude beleza.
Mas é tarde!
Eternamente tarde para ter pés de criança,

asas de pássaro e olhos de anjo.
É tarde!
É tarde para um sonho que não se alcança

sexta-feira, março 08, 2013

CAMINHO...SOMENTE

Virei o ano, virei a esquina, virei o porto de abrigo.
Caminhei descalça pelas pedras frias do caminho,
olhei o céu e vi-o abrir-se e fechar-se, rir e chorar,
desmanchar-se em lágrimas de anjo, e iluminar-se de sol.

Virei o silencio, virei o medo, virei o destino comigo.
Esfolei os joelhos, dilacerei os pés em duro espinho,
abri as mãos vazias e deixei-as somente tombar
frias, sombrias, arquejantes, perdidas sem farol.

Virei a página de mais um livro,
virei o sonho de mais um vazio,
virei a mordaça e o crivo
das minhas palavras no frio
de uma manhã sem rumo....