quinta-feira, junho 23, 2011

COMO SE FAZ UM CAMINHO?




Quando a luz não rompe a escuridão



e o silencio nos toma pela mão



como criança perdida no caminho,



o que fazer para não perder o rumo?



Quando a dor vem à tona de mansinho



e abrindo a ferida mais um bocadinho,



deixa escapar todo o inverno,



o que fazer para se manter o prumo?



Quando a noite cai estrelada e fria



e a estrada fica ainda mais sombria



agrilhoada e presa num imenso inferno,



o que fazer para olhar o amanhã?



Como se espera por outro amanhecer



quando só o breu envolve todo o meu ser?!

4 comentários:

Flor de Jasmim disse...

Forte intenso!!! A escuridão já foi a minha unica companhia, já andei por andar, mas felizmente que encontrei o caminho e o sitio certo para ficar.
Beijinho

Juℓi Ribeiro disse...

Luar:

Que lindo!

Agradeço sua gentil visita
e suas palavras carinhosas.
Receber um comentário seu
é sempre motivo de alegria.
Beijo do outro lado do mar.

Whispers disse...

Minha querida amiga
Depois de algumas tempestades na minha vida,estou voltando.
Tua leitura sempre foi uma das que eu adoro ler.
E sabe que o teu raio de luar me ilumina o caminho,me faz sentir bem.

Obrigado por dares a conhecer tua leitura e tua maneira linda de comunicar entre o coracao
Mil beijos com carinho
Rachel

rita disse...

as memórias, os bons momentos, as pequenas "grandes" coisas que nos preenchem dão força para o caminho sempre...