quinta-feira, março 17, 2016

COM MÁGOA...COM BRAVURA!


Na minha frente há um mar sem fim, uma planície alentejana,
há o ir e vir das ondas encapeladas e brancas, há uma melodia profana
que embala os sentidos há muito adormecidos.
Na minha frente o infinito onde os sonhos adormecem
e as dores se perdem e simplesmente acabam, fenecem
em requebros de suspiros há muito reprimidos.


Na minha frente um céu de azul profundo e uma rubra papoila
para me lembrar que o sol nasce e sobre o mundo cintila
e sobre a vida se detém e sobre a vida se debruça.
Na minha frente abrem-se as portas de um novo amanhecer
que aidna não vejo, mas sinto aos poucos a crescer
das entranhas de uma vida que ainda dói e soluça.

Na minha frente há um caminho, um mar, uma planura,
 na minha frente há ainda a mágoa e a agrura
que os meus pés pisam enfrentando um novo dia... Com bravura. 

2 comentários:

Flor de Jasmim disse...

Minha querida Amiga tens muito à tua frente, Aproveita e vive cada segundo nessa tua caminhada olhando o azul do céu.

Minha querida um bom fim de semana e um grande beijinho com muito carinho e Amizade.

Helena Medeiros Helena disse...

Na tua frente existe sim “um céu de azul profundo e uma rubra papoila” para te lembrar que “o sol nasce e sobre o mundo cintila e sobre a vida se detém e sobre a vida se debruça”, pois bem sabes que na tua frente “abrem-se as portas de um novo amanhecer” que ainda tu não vês, mas que na certa já sentes aos poucos crescer nas entranhas de uma vida que, apesar de ainda doer e soluçar, também te faz vislumbrar um novo caminho, um mar a desvendar, uma planura que dará suporte para escrever uma nova história.
E mesmo que na tua frente ainda existam a mágoa e a agrura onde teus pés pisam para enfrentar um novo dia, ainda assim, existe em ti a necessária força para enfrentá-lo com extrema bravura. Porque, amiga querida, tu és uma guerreira, e as guerreiras enfrentam os obstáculos, vence os desafios e não desistem nunca. Sei que tu és assim!
Grata, meu anjo, pelas afetuosas visitas e deferência no meu cantinho.
Neste “até breve” ficam sorrisos e estrelas num grande abraço e num terno beijo do meu para o teu coração,
Helena