quinta-feira, junho 08, 2017

ACEITAÇÃO - SERENIDADE - PERDÃO - RECONHECIMENTO.... VIDA

Sinto muito – por tudo o que fiz e não fiz,
por tudo o que dei: mal, e não dei: de todo.
Sinto muito – por tudo o que vi mal e não vi,
por tudo o que quis sem querer, e tudo o que não quis.
Perdão - por tudo o que devia ser de outro modo,
não foi porque não me esforcei. Não consegui.
Perdão – por tudo o que ficou mal tecido,
mal composto, mal explicado e consentido.

Amo o que em mim habita, porque isso; sou eu.
Porque, bem ou mal, aceito. Serenamente, aceito.
Amo tudo o que brota no meu caminho, existe por mim,
envolve-me o ser, veste-me o espírito – é meu.
E, no entanto, não é; flui e passa, escorre sem preconceito
pela minha vida de dor. Mas amo, amo apenas porque: sim.
Agradeço cada memória, cada passo, cada hora que vivi,
só assim aceito e vou. Só assim posso ver tudo o que percorri.


Agradeço cada pedaço de sonho: vivido ou incumprido.
E cada pedaço de pão, mesmo o que o inimigo amassou.
E cada lua: nova, crescente, ou minguante de desilusão.
Agradeço ao que passou – faz parte de um destino cumprido -,
porque a ele não se foge, não se nega. E tudo o que já passou
é parte deste corpo mortal e desta alma elevada, em sublimação.
Agradeço tudo o que já caminhei, vivi, perdi e aprendi,
agradeço o que dei sem limite, o que, limitado e cerceado, recebi.


Sinto muito – o que fiz e não fiz.
Peço perdão – pelo que dei e não dei.
Amo – o que fiz e desfiz.
Agradeço – todos os caminhos que trilhei.

4 comentários:

Jaime Portela disse...

Um texto impressionante numa reflexão muito íntima da vida. Uma espécie de balanço final... já que só falas do passado. Mas eu espero que continues a trilhar outros caminhos por muitos anos.
Bom fim de semana, querida amiga.
Beijo.

Flor de Jasmim disse...

Uma forma de amar tão pura e intensa!

Tão comovente, de uma reflexão difícil de não reler e reflectir.

E as lágrimas caem, não as consigo conter.

Beijinho imenso no teu coração, minha querida.

luna luna disse...

Ho`oponopono limpeza da mente, quando aceitamos quem somos com todas as nossas fraquezas estamos prontos para essa libertaçao desta de de outras vidas,bjs

Jaime Portela disse...

Passei para ver as novidades.
Mas aproveito para te desejar um bom fim de semana, querida amiga.
Beijo.