domingo, junho 18, 2017

DAS PERGUNTAS SEM RESPOSTA...

Quando não temos as respostas,
temos que viver com as perguntas
e encontrar o caminho.
Quando a vida nos traz propostas
e não sabes se as separas se as juntas,
se colhes a rosa ou feres no espinho;
tens que seguir a lutar.

Tens que seguir e acreditar.
A vida é feita de "sins" e de "nãos",
é feita de ir sem saber: arriscar.
E encontrar o caminho.
Nada nos é garantido, ou dado em mãos,
tudo requer empenho, esforço: conquistar
o nosso espaço e o nosso cantinho
para morar.

Quando não temos respostas, temos que viver com as perguntas
e encontrar o caminho - de volta - ao próprio mar.




2 comentários:

luna luna disse...

durante a vida vamos tendo muitas perguntas sem resposta, no entanto conforme caminhamos, caímos e nos levantamos a vida vai respondendo a perguntas que ficaram no passado, a isso penso que se chama viver e crescer. bjs

Jaime Portela disse...

Um poema sábio.
Gostei muito, da forma e do conteúdo. Excelente.
Bom fim de semana, querida amiga.
Beijo.