segunda-feira, setembro 28, 2009

AS PALAVRAS QUE NÃO TE DISSE

As palavras que não te disse,
os momentos que não vivemos,
esta memória que persiste
e as rotinas que mantivemos,
tudo termina num sopro fugaz
de anjo, em breve passagem.
E este vazio duro e vivaz
que deixaste na aragem,
cola-se à pele como pó,
magoa ferozmente sem dó.
As palavras que não te disse
e jamais te direi
ficam no silencio triste
nas lágrimas que calarei.

3 comentários:

Gui disse...

Calar as lágrimas para quê? As lágrimas dsão para deixar correr à vontade, minha amiga. Corrrem por fora mas antes disso lavam a alma.
Um beijo minha querida amiga. Já tinha saudades de te visitar. Ando um pouco arredio, por falta de tempo.

jo ra tone disse...

Acontece por vezes haver sempre algo por dizer, e é pena quando se tem muito para dialogar.
Faz-me lembrar os avós e as coisas que não lhes cheguei a ouvir.
Força amiguinha
Um beijo

cat disse...

Simplesmente linda esta tua poesia. Parabéns! Um grande abraço da Catucha.