terça-feira, fevereiro 03, 2015

LIQUIDA PAIXÃO

Pelas frases passam as lágrimas ecoam os sorrisos
como liquida paixão silenciosa.
Como pérola escondida nas dobras carnudas de uma ostra
perdida e esquecida no fundo do mar.
Pelas palavras escorrem as loucuras e todos os juízos
como liquida paixão harmoniosa.
Como raios de um argênteo luar que  se prostra
aos pés do poeta a sonhar.
Pelas sílabas diluem-se os desejos, amarrados e calados,
como liquida paixão impetuosa.
Como ondas alterosas que se entre chocam sem parar
nos corações inflamados, incendiados.
Pelas letras brincam os sentimentos inquietos acelerados, 
como liquida paixão ansiosa.
Como asas de querubim em voo breve a suspirar
pelas dobras dos delírios inconfessados...

Como liquida paixão silenciosa.... 




6 comentários:

Flor de Jasmim disse...

Silenciosa, mas muito sofredora, nas palavras surge o teu coração dorido.

Beijinho com muito, muito carinho.

A.S. disse...

Como líquida paixão silenciosa,
As palavras são uma língua ardente
que nos envolvem
na espuma das suas sílabas...


Beijos,
AL

Helena Medeiros Helena disse...

Minha querida, o meu "até Fevereiro" significou sim "um abrir o coração e ser feliz de novo" (risos). Grata pelos votos formulados para o meu 2015. Retribuo com o mesmo carinho que senti na tua mensagem. Só não sei se poderei (re)criar a beleza em cada palavra, em cada poema e em cada pedacinho do que eu escrever no meu espaço, como me pedes, pois o que eu vivi foi tão intenso e teve um poder de renovação tão grande dentro de mim que até penso que será inútil reproduzir em palavras tudo aquilo que fez do meu Janeiro o melhor da minha vida. Descobri, meu anjo, que a felicidade possui um dicionário próprio e tão hermético que as palavras nele contidas só podem ser sentidas, mas não verbalizadas. Já a tristeza, o seu contraponto, nos leva por um mundo tão vasto de palavras que as emoções e sensações logo encontram respaldo nas letrinhas que se juntam para nos dar um significado. Assim foi na minha fase antes desse Janeiro... Mas como bem auguraste, estou voltando feliz, plena e radiosa, de alma em festa. E cada postagem que daqui pra frente eu fizer, acredite, serão loas a este meu estado de graça, tenha a postagem a forma que tiver (risos).

Grata, minha querida, por toda a sua consideração, e saiba que retribuo com muito carinho a sua amizade.

Estive vendo tuas últimas publicações e fiquei simplesmente encantada com a beleza dos textos, a conexão de sentimentos e emoções, a poesia que emanava de cada contexto. Este texto de LIQUIDA PAIXÃO é simplesmente maravilhoso! Como estás inspirada, amiga! Dá gosto ler-te! E o faço com um prazer enorme, deixando que meu olhar se ilumine na beleza da tua poesia.

Te deixo hoje um punhado de pérolas brilhando entre as estrelas e formando sorrisos no teu coração.
Com carinho,
Helena
(http://helena.blogs.sapo.pt)

Vieira Calado disse...

Parece-me que é a primeira vez que visito este blog
Devo dizer que gostei do seu poema.

Saudações poéticas!

Nilson Barcelli disse...

Passam tantas coisas pelas palavras...
Excelente poema, gostei imenso.
Tem um bom domingo e uma boa semana, querida amiga Luar Perdido.
Beijo.

saudade disse...

Que bom voltar a este lugar, que passe também esse seu sofrimento transmitido em palavras e que essa paixão deixe de ser silenciosa....
Belo....
Beijo de....
Saudade