quinta-feira, maio 25, 2017

NOVA HORA, NOVA ESTRADA





É hora de virar a página, de escrever outras letras,
compor uma nova melodia. É hora de recomeço.
É hora de sacudir o pó dos pés, e o sonho que adormeço
embalado num coração desfeito.
É hora de olhar mais à frente, de querer o mais além,
de ter um novo sonho, talvez louco, talvez perfeito,
quem sabe apenas um sonho de ainda ser alguém.
É hora de virar a página, de escrever outras letras,
de ouvir uma nova canção, de dançar uma polca viva.




É hora de me enfeitar com asas de fada, e uma grinalda festiva,
de apagar os negros traços.
É hora de viver as novas horas, de inventar novos minutos
onde se perde o pé, e o coração, em amplos e brilhantes espaços.
Rasgar novos horizontes sem ter que pagar mais tributos.
É hora de virar a página, de escrever outras letras,
de mergulhar em novos mares, afoitar novas marés.
De limpar mágoas e dores, de esquecer cada revés.
É hora de virar a página… Não! É hora de fechar este livro,

e abrir uma janela de luz.


lágrimas de lua


2 comentários:

CÉU disse...

Olá, estimada amiga!

Espero e quero k esteja bem, feliz e pronta para virar a página (rs).

Escreve mto bem, como sabe, e faz da poesia realidades, que toda a gente pode alcançar. Basta crer!
Gosto da forma como escreve: erudita, mas compreensível e mimosa. É de menina!

Feche, minha querida, este livro, pke já o leu e já o conhece, de cor e salteado. Parta para outro, e quem sabe se não descobrirá o "Admirável Mundo Novo" ou então, e como mto bem diz, abra várias janelas, que deixem entrar a luz. Hum... que lufada de ar fresco!

O meu mais recente post já não consegue publicar mais comentários (há um limite, sim), portanto, entrou em overbooking. É apenas um aviso. Vou tentar escrever algo. Vamos ver!

Qto à Leninha, as coisas estão evoluindo favoravelmente, mas devagarinho, como é antural. Penso k a Verinha porá, brevemente, novo comunicado no blog.

Beijinhos e bom fim de semana.

LuísM Castanheira disse...

força, amiga!
renacer em todos os crepúsculos, quando a luz é suave e com ela pintar novas vontades.
um beijo, (ao) luar.