segunda-feira, fevereiro 05, 2018

PERDIDA DO PARAÍSO


Do piano, que não sei tocar, arranco as notas
de uma melodia estranha. Quem me inspirou a alma?
Um alquimista? Um poeta maior? Um anjo louco?
Não sei. Apenas trilho um ritmo, novas rotas,
como navio fantasma sem âncora nem leme, na palma
da minha mão. Buscando o oblívio, a solidão ou o arroubo
de um amor tardio e vagabundo: sem rota nem rumo,
caindo para o horizonte, para o vazio, onde me banho e perfumo
de jasmins, rosas, violetas e flor de laranjeira.


E a breve melodia ecoa nas teclas do piano que não toco,
escorre pelas paredes de brancas lembranças,
como garças; como gaivotas ancoradas no frio.
Soltam-se sons de névoas e brumas de um baú barroco,
onde guardo as memórias enfeitadas de esperanças:
vãs esperanças. Vagas esperanças, fluindo como um rio
onde me perco e me encontro. Onde mergulho e não respiro.
E a melodia ecoa, como espinhos aguçados onde me firo.

Ao piano, que não sei tocar, a minha alma repousa inteira.

Lágrimas de lua

Imagem retirada da net


5 comentários:

Flor de Jasmim disse...

Como o teu coração consegue transformar a tristeza que te consome em poemas tão belos!

Beijinho no teu coração minha querida amiga.

luna luna disse...

e são essas esperanças, mesmo que corridas pela dualidade das teclas de um piano quantas vezes desafinado, que tornam as melodias da vida uma partitura melodiosa.
beijinhos


Jaime Portela disse...

Podes não saber tocar, mas o teu poema é melodioso.
Gostei imenso, parabéns.
Continuação de boa semana, querida amiga.
Beijo.

SILO LÍRICO - Poemas, Contos, Crônicas e Outras disse...

Não sabes tocar piano?
Não importa ele sozinho
Toca uma canção baixinho
Para o coração humano

Na luz do que adivinho
Vir do verso soberano
Do teu poema - ufano
De amigos e de vizinho

A escutar melodia
Dos versos na poesia
Que ha no teu belo tema,

Conteúdo e magia
Que nos evoca alegria
Desse teu belo poema.

Grande abraço. Laerte.



Jaime Portela disse...

Vim à procura de novidades.
Mas gostei de reler o teu excelente poema.
Continuação de boa semana, querida amiga.
Beijo.

USA PALAVRAS... SE FOR PRECISO

" Ama; se preciso for, usa palavras". E ela amou, sem palavras, com todas as letras que inventou, com todas as frases que disse...