quinta-feira, julho 19, 2018

ESTRELA- RAINHA


Neste céu, de negro vestido, brilha uma "estrela-rainha",
nesta terra e de pés nus, percorro esta estrada que é a minha.
Neste céu que me olha e envolve, procuro o teu eterno brilho,
para que na escuridão da dor, ilumine sempre o meu trilho.

6 meses de saudade



Lágrimas de lua

2 comentários:

Jaime Portela disse...

O brilho dos outros, nomeadamente dos que partem, depende de nós.
Por isso, terás sempre esse brilho à mão sempre que o queiras ou dele precises.
Um poema excelente, parabéns.
Querida amiga, um bom fim de semana.
Beijo.

saudade disse...

Porque por vezes basta acreditar que lá bem no alto existe essa estrela.... que nos ilumina a alma e nos aquece o coração...
Beijos de....
Saudade

FORMAS NO IMPONDERÁVEL

Imagem retirada da net Há formas na inconstância do informe, do disforme, do que amarro, com nós górdios, em silêncios gritant...