quinta-feira, maio 24, 2007

MANSOS PASSOS


Pé ante pé de mansinho

o sonho abre alas,empurra a bruma,

espraia o tempo devagarinho.

O ar, mais leve que uma pluma,

eleva-se rosado em céu cinzento,

e o sonho teima em caminhar

em seu tom neutro, pardacento,

incapaz de se calar

porque o sonho grita mais alto,

porque a alma não se cala,

porque o coração em sobressalto

se agita, se torçe e resvala

para a névoa da memória

essa tão imensa história

que nos põe de novo no rumo,

nos faz de novo viver,

ter orgulho, ter aprumo,

desejar, amar e querer.

Pé ante de pé, devagarinho,

o sonho vem deitar-se a meu lado

beijando, calmo de mansinho,

este severo e triste fado

que é amar de longe e calado.

8 comentários:

Gui disse...

Pé ante pé de mansinho, o sonho abre alas, empurra a bruma...
O sonho! Sem sonhos a vida seria muito mais cinzenta e triste. Nunca devemos deixar de sonhar, e lutar pela concretização do sonho. Se não for posivel...valeu o sonho.
Um beijinho muito grande e muito amigo.

Moinante disse...

Gostei de passar por aqui ...

Votos de um bom fim de semana .

" Toma um pedaço de mim … "

Kalinka disse...

Olá

Celebrei os dons da terra e misturei-me com os sons do mundo sem coisa alguma...fui durante 4 dias de mini-férias para o Alentejo profundo.
Comecei por Estremoz e fui em seguida para Évora e daí em diante.

Pelo kalinka poderás ler sobre o meu «Même»:
"Para ser grande, sê inteiro:
nada Teu exagera ou exclui.
Sê todo em cada coisa.
Põe quanto és
No mínimo que fazes.
Assim, em cada lago a LUA toda
Brilha, porque alta vive.
"Ricardo Reis"

Beijinhos.
Bom fim de semana.

sonhadora disse...

Palavras belas!
Beijinhos embrulhados em abraços

Juℓi Ribeiro disse...

Querida amiga Luar:

Lindas palavras!
Você escreve
tão docemente,
que nos embala
de mansinho
e devagarinho
encanta a todos
que tem o privilégio
de compartilhar
seus lindos versos.

Lindo!
"porque o sonho
grita mais alto,
porque a alma
não se cala"

Você tem o dom
de tornar a vida
de seus amigos
mais doce, mais leve.
Obrigada pelo carinho.
Um abraço carinhoso.*Juli*

©õllyß®y disse...

Em passos meu rasto deixo, neste espaço poetico belissimo________

Cõllybry

margusta disse...

Lindo poema!
Mansos passos e mansas e doces palavras que emanam dele...

Bom Domingo!

Vlad disse...

Um severo e triste fado...

...mas um belíssimo e dulcíssimo poema ;)

Bjnhs