quinta-feira, dezembro 27, 2007

PORTA FECHADA


Encerra-se a pesada porta devagar,

atrás dela ficam pedaços de uma vida;

Sorrisos, lágrimas, alegrias, feridas por sarar,

desejos, sonhos desvalidos, alma dividida

coração a chorar.

E nas dobras do caminhar

começa-se um novo livro em branco,

pronto para se encher de vida vibrante,

de novos sonhos, do sorriso franco

de quem se entrega confiante

nas mãos do verbo "amar",

ensina-me a conjugar

desse verbo, cada tempo,

cada estrofe desta vida, pedaços

migalhas de fraco alento,

festas, beijos e abraços

num eterno movimento.

Encerra-se a pesada porta do esquecimento.




4 comentários:

Suave Toque disse...

"Um novo ano está para começar. Desejo que ele seja repleto de realizações, cheio de paz, saúde, amor. Que você seja forte para lutar pelos seus sonhos, forte o bastante para vencer os obstáculos que surgirem e que acima de tudo você seja muito, muito feliz."
Um grande beijo e um feliz ano novo.

jo ra tone disse...

Não devemos ficar a remoer as coisas do passado. Isso não dá futuro.Não se atormente por mágoas e ressentimentos.
Levantemo-nos e sigamos em frente, fazendo as pazes, com o passado enviando pensamentos de simpatia e amor e viver-se-á feliz e risonho.

Saudações
Bom Ano

Maria Luar disse...

Em tempo de balanço mas não perdendo de vista a esperança com que deves encarar o novo ano.

Abraço

Bom Ano Novo

Ana Luar disse...
Este comentário foi removido pelo autor.