quarta-feira, agosto 30, 2017

PRINCESA DOS "LÍRIOS DO CAMPO"




Resultado de imagem para sonhos perdidos imagens
imagem retirada da net


Porque choram os teus olhos, princesa?
Porque não entranças os teus sonhos de menina?
Calças sapatos de refulgente leveza
e envergas a capa de uma invernosa tristeza.
Os anos lavaram as mágoas nas águas dos teus olhos,
branquearam os sonhos em campo de “alecrim aos molhos”.
Do teu castelo altaneiro olhas os “lírios do campo”,
vês o tempo correr incessante, marcado em torto relógio.
“Meu Deus, é tarde, é tarde!” – ainda mal desponta o dia,
perdes graça, perdes vida, perdes o sonho à porfia.
Olhas cada nova madrugada, choras cada novo ocaso,
enrodilhado o coração, pergaminhada a tua alma,
entranças esperanças mortas com esvaziada calma.
Vês nuvens de cobre e de chumbo, mares fundos, praias cegas.
Vês os barcos partirem sem rumo; gaivotas de asas quebradas,
sonhas com um alvo unicórnio, histórias; lendas encantadas.
Desfias o rosário dos anos como contas de fino âmbar,
bordas a doce matiz o pano do teu embotado viver,
e juntas as horas e os dias cozendo-os ao teu sofrer.
Passam os tempos, passando, pelo teu rosto de flor,
definham os tempos, definhando, no teu corpo por colher.
Nesta vida que não vives, ficam palavras encolhidas - a morrer.
Borda, linda bordadeira, princesa de um reino sem reinado,
tece um fio de ouro e prata, tece um sonho que é só teu.
Ah, princesa desterrada, não te afundes em breu!
Por quem choram os teus olhos, princesa?
Sai!  Veste-te de realeza.



lágrimas de lua

3 comentários:

CÉU disse...

Olá, querida Paula!

Princesa com natureza diz bem, até rima, faz um elegante e senhorial conjunto, embora as lágrimas estraguem a maquilhagem (rs) e não só. Todavia, não estragam as suas belíssimas e eruditas palavras, o aspeto semântico delas e a profusão de elementos com enorme imaginação e pensamento.

É verdade! A Paula tem toda a razão. Para quê chorar, ao sol ou ao luar, qdo há tanta coisa bonita pra fazer ou para ser feita e ela como é princesa, só tem de assumir a sua lauta condição.

Beijos, dias felizes e um excelente fim de semana.

Nota: qto ao facto de não ter percebido os quadrados e mais as setas aquando se comenta o seu blogue, faça a Paula a experiência, ou seja, deixe um comentário seu aqui, e de imediato se aperceberá. Depois, se assim o entender, poderá eliminá-lo.
Já aconteceu no meu blogue ter uma situação anómala, que me diziam e que eu tb não entendia. Então, escrevi a palavra teste no espaço de comentário, e resolvi a questão, de vez.

CÉU disse...

Surpresa: desta vez não apareceu qualquer "tarefa" para executar, ao deixarmos comentário. Simples e rápido. Muito bem.

Beijinho.

Jaime Portela disse...

O sonho é essencial à vida, mas não se pode ficar por isso. A vida tem mesmo que ser vivida...
Magnífico poema, gostei imenso.
Continuação de boa semana, querida amiga.
Beijo.

UM PIANO

Nas asas da música, numa noite de escuro sereno, as mãos bailam sobre as teclas brancas e negras, os sons desenham momentos sonhados, ...