sexta-feira, janeiro 15, 2016

HORAS EXTRAORDINÁRIAS

Faço horas extraordinárias para reaprender a andar,
retiro horas ao sono à força de tentar perceber e analisar
o porquê de algo que não se explica nem se entende.
Faço horas extraordinárias a olhar para o caminho que se estende
á minha frente sem que eu saiba ou queira percorre-lo.
Faço horas a pensar se de facto quero ainda fazê-lo.



Retiro horas ao meu sono a relembrar sem sentido
o que passou e passei, o que vi e sonhei, o que foi vivido.
Faço horas extraordinárias para recuperar serenidade,
para saber aceitar, para viver sem a dor da deslealdade.
Faço horas, faço horas, faço da noite o meu dia
e de cada dor reaprender a  fazer simplesmente uma alegria

1 comentário:

Helena Medeiros Helena disse...

Reaprender a fazer uma alegria é realmente um ato de coragem e de muito amor... Amor por nós mesmo! E com certeza merecemos (mereces) reaprender a ser feliz!