sábado, janeiro 06, 2007

CASCA DE NOZ


Entre vagas de tormentosas águas,
oscila o frágil barquinho,
as duvidas, as dores e as mágoas
unem-se devagarinho,
descem sobre ele em catadupas,
rasgam-no, dilaceram-no,
roem-no e despedaçam-no...
Mil lágrimas jorram do céu,
das escuras águas, Adamastor,
eleva-se negro como breu!
E os seus dedos, como culpas,
cravam-se na breve amurada,
na casca de noz desmastreada.
Entre tormentosas vagas
de lamentos mal contidos,
luta barquinho, dá largas
aos teus sonhos reprimidos

4 comentários:

Gui disse...

Nóssomos esse frágil barquinho que enfrenta as vagas tormentosa.Oxalá tenhamos a força necessária para as vencer e o ânimo para sermos capazes de sonhar, Um beijinho minha boa amiga, e um bom fim de semana..

Juℓi Ribeiro disse...

Minha querida amiga:

Na viagem tempestuosa
e maravilhosa da vida,
Somos como "esse teu barquinho"
em busca de vencer as dores e as mágoas e deixar livres nossos sonhos e desejos reprimidos.
Quanta força e valentia ocultas,
na fragilidade desse barquinho?

Como sempre você é capaz de em poucas linhas, colocar de maneira
talentosa, sentimentos e sonhos.
você não precisa de bússola
e de nenhum farol, como esse barquinho, porque nos seus versos: Você encanta e brilha...

Beijo*Juli*

igara disse...

A figura do barquinho que navega para cumprir o seu destino, contra ventos e marés, remete-me ao tempo, em que eu ainda menina, olhava o mar e imaginava que a minha vida seria assim. Pensava, que um dia eu faria cumprir a minha vida da mesma forma, com a mesma determinação. Quando te li, nem te sei explicar o que senti! Muito belo, muito intenso, muito tu...infinitamente muito eu!

Um beijinho e um abracinho navegante :)

Vlad disse...

O nosso problema (nós barquinhos)agrava-se bastante quando recusamos a facilidade de nos deixarmos levar pela corrente e insistimos na direcção oposta ;)
Como já não colocas posts há algum tempo comecei a reler os que se mantêm na página principal verificando que ainda não tinha comentado este. Não encontrando justificação para essa falha cá estou a corrigi-la.
Bjnhs
;)