terça-feira, janeiro 02, 2007

UM NOVO ANO....


Como é grácil e pequenino!
Nasceu mais um ano, pleno de esperança.
É ainda um frágil menino,
mas que carrega pesada herança;
O ódio e a guerra,
a desconfiança,
a inveja que emperra
a tão simples e desejada bonança.
A solidão, a tristeza,
o desamor,
a miséria e toda a pobreza,
onde não impera o calor.
Trazes nas mãos todos os sonhos,
nos olhos a poesia,
nos lábios rosados, risonhos,
o fascínio da magia.
Ano Novo vai crescendo
dá aos homens sabedoria,
para irem somente vivendo
na paz e na harmonia.

2 comentários:

borrowing me disse...

passei por cá
gostei muito
volto em breve
feliz 2007

Gui disse...

Um poema bonito carregado de esperança e optimismo. Oxalá tenhas razão. Um beijinho grande