segunda-feira, abril 09, 2007

QUERO-TE


Quero-te como se quer ao calor,
ao sol, ao verão, à vida e ao amor.
Quero-te como a mais nada,
como uma partida e uma chegada,
como se fosse morrer amanhã
e nada mais restasse,
como se o mundo acabasse
numa invernia temporã.
Quero-te como se a noite jamais acabasse
e o dia jamais se levantasse,
o canto das aves morresse
e o ribeiro emudecesse.
Quero-te como te sei amar,
toscamente, incompletamente,
quero-te assim....Inteiramente

3 comentários:

Juℓi Ribeiro disse...

Luar:

Versos lindos!
Revestidos de doce magia
e a força dos apaixonados!
"Que bom querer tanto assim..."
"Que bom que escreves lindamente"
Beijo.*Juli*

Ana Luar disse...

A magia do querer, descrito na perfeição por quem entende a arte do amor.
Que bom que voltaste!

Vlad disse...

É mesmo a única maneira de querer...
Bjnhs