segunda-feira, novembro 19, 2007

ACTORES


Actores da peça da vida

passamos por ela a representar;

Sorrimos com o coração a chorar,

falamos quando tudos nos pede para calar,

andamos e os nossos pés querem parar.

Entregamos e a nossa alma, dividida,

apenas nos pede para se aquietar,

estamos presentes quando queremos simplesmente não estar.

Damos a vida quando tudo nos manda estacar,

vamos e tudo nos manda regressar.

Actores da peça da vida

marionetas nas mãos do tempo....A passar.

2 comentários:

Lu@r disse...

Tempo que mata lentamente e nós actores sem rumo vagueamos em direcção ao infinito para a paz encontrar.

Beijo bem longo em ti

Fernanda e Poemas disse...

Minha querida passei para deixar-te um beijinho.
Fernandinha