sábado, novembro 03, 2007

TELA IMPERFEITA

Dói a estrada longa e deserta,


os passos que ecoam sem tino,


dói esta aridez concreta


de trilhar sozinha o destino.


Dói o que sobra e o que falta,

o que se deseja e não se alcança,

a raiva e a dor que assalta

na calada da noite mansa.

Dói este caminho sem rumo,

estes passos sem sentido

sem horas e sem prumo,

vazios e ocos, espaço esbatido,

tela inacaba, dor incontida!

2 comentários:

Lu@r disse...

Algo que não dizes,
amordaçada pelo que vive em ti.

Beijo suave em ti

Whispers in night disse...

Ola linda!

Existe dores que levam tempo a passar so que quando destinamos que a dor deve passar, passa sim linda
Basta ter forca de vontade de dizer ''BASTA''
Desejos que a tua semana seja maravilhosa
whispers