sábado, novembro 10, 2007

DIZ-ME ...PORQUÊ?

Porquê?



Diz-me simplesmente, porquê?

Porque caem as folhas douradas,

morrem os sonhos mais queridos,

desfalecem as esperanças ansiadas,

ficam nas mãos os desejos feridos.

Diz-me simplesmente, porquê?



Porquê?



Diz-me somente para quê?

Para que abro as portas à vida,

para que acredito no impossível,

para que me desdobro dividida

inventando o meu "possivel".

Diz-me somente para quê?



Porquê? Porquê? Porquê?!!!

2 comentários:

Ana Luar disse...

Pegando no post anterior poderei dizer-te o Porquê: pk existem notas soltas que precisas juntar para compor a mais bela melodia de vida. A tua!

Beijo meu luar perdido de amor.

Lu@r disse...

Gostava de ter resposta para a própria vida...
Mas não encontro palavras que a descrevam.

Beijo e Bom Domingo